Call of Duty Ghosts


Call of Duty Ghosts: executivo fala sobre multiplayer, fase no Brasil e o cachorro




Call of Duty: Ghosts é o novo jogo da série da Infinity Ward, que revolucionou os jogos de tiro em primeira pessoa anos atrás com Modern Warfare. Ghosts apresenta uma história inédita, uma nova engine e ideias diferentes para o primeiro Call of Duty da nova geração de consoles.

Suarez falou sobre o principal foco da nova engine utilizada no game. “Analisamos o que podíamos mudar e evoluir no geral e o poder dos novos consoles. A nova engine melhora muito a qualidade visual do jogo, as animações dos personagens, o multiplayer e efeitos de luz e sombra”.

Em relação aos jogadores que compram os jogos da série Call of Duty apenas para jogar no modo multiplayer, Daniel comenta: “Muitos jogadores realmente partem para o modo Multiplayer, mas eles não são a maioria. O jogador convencional gosta de seguir a campanha até o final e depois seguir para o multiplayer, eu mesmo faço isso. Porém é um jogo para todos, não só para os fãs de Deathmatch”.

Já sobre a possibilidade de CoD ter um multiplayer na mesma escala de seu concorrente, Battlefield 4, que permitirá a interação de 64 jogadores simultaneamente, o executivo explica: Não, são jogos completamente diferentes online. CoD tem outra fórmula, outra energia. Os mapas são diferentes e nós, quando desenvolvemos um novo Call of Duty, não pensamos no que os outros jogos fazem, pensamos no que os fãs querem”.

O executivo da Activision detalhou as novidades do novo jogo, que promete uma renovação completa na série. O jogador controlará um dos soldados conhecidos como Ghosts (Fantasmas), membro de um time secreto de operações especiais. Além disso, haverá uma grande participação de um cachorro da raça Pastor Alemão chamado Riley “que pode mudar muito as coisas em Ghost”.

A inspiração para o mascote surgiu de uma história real sobre um cão da marinha norte-americana. “Fomos investigar sobre isso e descobrimos que os Seals têm cães e que eles têm um papel importantíssimo com os soldados. O processo começou aí, falamos com um treinador que acabou virando um consultor técnico nosso e quando capturamos o movimento do cão usamos realmente um cachorro da Navy Seal”.

Questionado sobre a possibilidade de uma fase no Brasil em CoD: Ghosts, Suarez comentou: “Temos de cinco a seis fases na América do Sul, acho que teremos fases no Brasil sim”. O vice presidente revelou também a possibilidade de o novo game ser traduzido para português, como aconteceu com Black Ops 2.

Call of Duty: Ghosts tem lançamento previsto para 05 de novembro, com versões confirmadas para Xbox 360, PlayStation 3, Xbox One, PlayStation 4 e PC.



Fonte: Techtudo

Postado em 03/07/2013, por Administrador.